sexta-feira, 16 de setembro de 2016

Idioma Sem Fronteiras oferece cursos gratuitos de japonês, alemão e italiano no Brasil

É preciso ser aluno de graduação, mestrado ou doutorado em alguma das universidades participantes
cursos gratuitos de japonês

O Ministério da Educação, por meio do programa Idioma Sem Fronteiras, abriu as inscrições para cursos de alemão, italiano e japonês. O intuito do programa é estimular o aprendizado de diferentes línguas como fomento ao intercâmbio internacional. Os editais da seleção foram publicados no Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (13).

Serão ofertadas até 19 vagas por instituição nos cursos de alemão, e até 20 nos de japonês e de italiano. Segundo a coordenadora do programa, Denise Abreu e Lima, os cursos, em formato piloto, ocorrem em parcerias realizadas entre o MEC, o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico (Daad, na sigla em alemão), a embaixada italiana e a Fundação Japão.

“Faremos um levantamento das demandas desses idiomas nas universidades envolvidas, da receptividade da comunidade acadêmica e avaliaremos a estrutura do programa em resposta a este piloto para planejarmos as próximas ações”, explica Denise.

Alemão
O curso de alemão terá a iniciativa piloto em dez universidades públicas: Universidade Federal da Bahia (UFBA), Universidade Federal do Ceará (UFC), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Universidade Estadual Paulista (Unesp) e Universidade de São Paulo (USP).

Para participar do processo seletivo, é preciso ser aluno de graduação, mestrado ou doutorado em alguma das universidades indicadas, além de ter concluído até 90% do total de créditos do curso.

Podem participar também técnicos e docentes ativos das mesmas instituições participantes, vinculados ao MEC e que estejam com inscrição ativa no Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape) há mais de seis meses. Técnicos e docentes da Unesp poderão se inscrever, desde que estejam na instituição há mais de seis meses.

Italiano e japonês
As aulas de italiano, presenciais, serão ofertadas na UFC, UFPR, UFSM, Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade Federal de Viçosa (UFV).

O ensino de japonês, também presencial, ocorrerá em cinco insituições: Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Universidade de Brasília (UnB).

Inscrições
As inscrições são gratuitas e se encerram no próximo dia 19. O processo de inscrição deve ser realizado pelo Sistema IsF Aluno. Cabe exclusivamente ao candidato conferir o resultado da seleção, que será divulgado a partir de 23 de setembro no mesmo sistema.
Fonte: Alternativa

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Consulados avisam: mudança na legalização de documentos públicos japoneses

documentos públicos japoneses

Com a adesão do Brasil à Convenção da Apostila, a partir de 14 de agosto deste ano, que visa a simplificar o trâmite internacional de documentos públicos, os 3 consulados do Brasil – de Nagoia (Aichi), Hamamatsu (Shizuoka) e Tóquio, deixarão de realizar legalizações de documentos públicos estrangeiros para produzirem efeitos no território brasileiro.

Atenção para o prazo que os 3 consulados poderão aceitar as solicitações: até 10 de agosto deste ano, incluindo os envios pelo correio, que deverão chegar até essa data. A validade dos documentos legalizados em uma das 3 repartições ficará limitada a 14 de fevereiro de 2017.

Segundo o Consulado-Geral do Brasil em Hamamatsu, “dessa forma, a partir de 14 de agosto de 2016, os documentos públicos japoneses, para terem validade ou produzirem efeitos no Brasil, deverão ser legalizados ou autenticados pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão (Gaimusho), com a APOSTILA DE HAIA, e não precisarão ser legalizados (autenticados) nos Consulados do Brasil, uma vez que o Japão também é membro da Convenção da Apostila da Haia”.

Para mais informações a respeito dos locais de atendimento do Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão, clique nesse link: http://www.mofa.go.jp/ca/cs/page22e_000424.html.

Informações adicionais a respeito da aplicação da Convenção da Apostila pelo Brasil podem ser solicitadas diretamente ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), pela página eletrônica http://www.cnj.jus.br/ouvidoria-page.
Fonte: IPC Digital

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Mais uma cidade no Japão reconhece a união civil entre pessoas do mesmo sexo

Takarazuka se tornará o 4º governo local no Japão a reconhecer a união civil entre pessoas do mesmo sexo, após Shibuya e Setagaya e Iga 
união civil entre pessoas do mesmo sexo

A cidade de Takarazuka (Hyogo), oeste do Japão, começou a emitir certificados que reconhecem a união entre pessoas do mesmo sexo como equivalentes ao casamento na quarta-feira (1), tornando-se o 4º governo local no país a realizar medidas para lidar com a discriminação contra as minorias sexuais.

Os certificados serão emitidos a casais maiores de 20 anos que moram em Takarazuka. Os distritos de Shibuya e Setagaya (Tóquio) e a cidade de Iga (Mie), já estão emitindo os documentos.

Os casamentos entre pessoas do mesmo sexo não são regularizados no Japão. Tais casais enfrentam discriminação ao procurar locais para morar ou visitar parceiros (as) em hospitais pelo motivo de que eles não são parentes.

A cidade está planejando revisar seu regulamento para que os casais do mesmo sexo possam viver juntos em apartamentos administrados pela cidade, que até o momento não é aceito pelo governo local.

Um representante de Takarazuka disse que a cidade visa criar um ambiente em que as minorias sexuais possam viver da maneira que são.
Fonte: Portal Mie com Kyodo | Imagem: The Guardian

terça-feira, 26 de abril de 2016

Número de entradas de brasileiros no Japão supera o de saídas em fevereiro

4.327 brasileiros deram entrada no país em fevereiro; as saídas somaram 3.720 
brasileiros no Japão

Pelo segundo mês consecutivo, o número de entradas de brasileiros no Japão superou o de saídas em fevereiro.

Segundo dados divulgados na segunda-feira (25) pelo Ministério da Justiça do Japão, 4.327 brasileiros, a maioria portadora de visto de um ano, cinco anos ou permanente, deram entrada no país em fevereiro. As saídas somaram 3.720.

O acumulado dos dois primeiros meses do ano é de 11.475 entradas de brasileiros contra 8.247 saídas.

Normalmente, os meses de janeiro e fevereiro marcam o retorno de brasileiros ao Japão. Muitos foram passar o final de ano no Brasil e retornam ao arquipélago nesse período.

Já março e abril são os meses em que há uma tendência das empresas dispensarem os trabalhadores temporários devido a virada do ano fiscal. Se a tendência de alta da entrada de brasileiros no Japão permanecer nos próximos dois meses é possível que haja pequeno aumento da comunidade residente no país.

Entre 2007 e 2015, o número de brasileiros residentes nas 47 províncias japonesas caiu de 320 mil para 173 mil.
Fonte: Alternativa

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Brasil isenta Japão e mais três países de visto para Olimpíadas 2016 no Rio

 Olimpíadas 2016 no Rio de Janeiro

Conforme portaria publicada no Diário Oficial da União na quarta-feira (30), turistas oriundos da Austrália, Canadá, EUA e Japão serão isentos de visto para entrar no Brasil durante o período dos Jogos Olímpicos 2016, que ocorrerão no Rio de Janeiro.

Serão dispensados de visto os cidadãos dos países citados acima que entrarem no Brasil no período de 1 de Junho a 18 de Setembro (prazo de estadia de até 90 dias improrrogáveis). Porém, a dispensa não é aplicável a quem vier ao país para exercer atividades remuneradas ou de pesquisa.

Segundo o Ministério do Turismo, tal medida pode levar a um aumento de 20% no número de turistas estrangeiros esperados no país no período entre janeiro e setembro de 2016.

Fonte: IPC Digital com Portal Brasil

domingo, 22 de novembro de 2015

Tratado entre Brasil e Japão na área penal é aprovado pelo Plenário

Tratado entre Brasil e JapãoOs senadores aprovaram em Plenário, nesta quinta-feira (19), o projeto de decreto legislativo relativo a um acordo internacional que havia passado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional pela manhã.

O projeto refere-se ao decreto PDS 383/2015 sobre o tratado entre Brasil e Japão para permitir que condenados possam cumprir a pena em seu país de origem. A intenção é favorecer a ressocialização do criminoso, permitindo que pague sua dívida com a justiça perto dos familiares.

O país para onde o detento for transferido deverá respeitar a natureza e a duração da pena, que não terá a possibilidade de recurso. A mudança só poderá ser realizada a pedido do interessado.
Fonte: IPC Digital

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Casal imperial Akishino visitará Brasil em comemoração ao 120 anos de diplomacia entre Japão e Brasil

120 anos brasil japaoO gabinete oficial anunciou a visita do príncipe Akishino e sua esposa para o Brasil no período de 27 de outubro até 10 de novembro, noticiou a Asahi Shimbun.

Este ano é comemorado 120 anos de relações diplomáticas entre Brasil e o Japão, dado a comemoração o governo brasileiro convidou a família imperial do Japão para visitar o país.

Durante a estadia de 15 dias, o príncipe e a princesa visitarão cerca de 10 estados, entre eles São Paulo e Brasília. Encontro com a presidente Dilma e os descendentes japoneses residentes no Brasil também está previsto.

Devido a longa estadia do casal imperial, a agência de segurança imperial aumentou a comitiva de visita externa.
Fonte: IPC Digital

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Bolsas de estudo para pesquisadores estrangeiros no Japão

Bolsas de estudo para pesquisadores estrangeiros no JapãoA Fundação Matsumae está com inscrições abertas para o programa de bolsas de estudo, oferecido para pesquisadores estrangeiros no Japão.

As bolsas de estudo são para profissionais que desejam atuar no país a partir de 2016. Os interessados podem se candidatar até o dia 31 de agosto de 2015.

Requisitos:
Para participação estão a obtenção de um diploma de doutorado por parte do candidato, que deve ter até 49 anos de idade no momento da aplicação. O conhecimento da língua inglesa ou japonesa também é necessário, assim como estar empregado no país de origem.

Inscrição:
As inscrições terminam na próxima segunda-feira (31). Os candidatos devem, primeiramente, preencher o formulário disponível para download no site da fundação. Em seguida, eles devem enviá-lo junto à documentação requerida certificando-se de que todos os arquivos estejam em tamanho A4.

O programa oferece auxílio financeiro para pesquisa e hospedagem no país, seguro saúde, passagem aérea e auxílio para cobrir as despesas de viagem durante a chegada ao Japão.

Confira a lista completa de documentos no edital oficial do programa e boa sorte!
Fonte: IPC Digital
www.shigoto.com.br
visto japones, emprego no japao, turismo e passagem para o Japão

terça-feira, 23 de junho de 2015

Embaixada do Japão no Brasil convida descendentes de japoneses para visita de 7 dias ao Japão, com todas as despesas pagas

visita ao japaoA Embaixada do Japão no Brasil divulgou ontem (22), no site oficial, a abertura do Programa de Convite a Descendentes de Japoneses das Américas Central e do Sul de visita ao Japão.

O objetivo do programa é aumentar a compreensão sobre a realidade sócio-política do país e divulgar essas informações para a comunidade local de cada participante, no seu retorno ao Brasil. O programa inclui a possibilidade de contato com a cultura japonesa em locais próximos a Tóquio, além do encontro com autoridades e palestras de especialistas em diversas áreas.

As inscrições estarão abertas a partir do dia 24 de junho e se encerram no dia 8 de julho. Os interessados deverão entregar os documentos necessários ao Setor Consular da Embaixada do Japão no Brasil, até a data-limite de inscrição (8 julho).

Para quem não reside no Distrito Federal, Goiás, Tocantins, e nos estados do Nordeste, Pará e Amapá, a entrega dos documentos deverá ser feita via consular, no Consulado Geral do Japão da respectiva circunscrição (verifique qual é o consulado japonês mais próximo da sua região).

Requisitos

  • Ser descendente de japoneses com nível de pós-graduação em áreas como Pesquisas Internacionais sobre Ásia, Estudos Japoneses ou Jornalismo.
  • Ter um nível de conhecimento de língua inglesa suficiente para discussões e trocas de ideias (todas as atividades relacionadas ao programa no Japão serão realizadas em inglês).
  • Apresentar um curriculum vitae e uma redação. O tema da redação, que pode ser escrita em português e deve ter por volta de 2 páginas (tamanho A4), é: “Qual é o modo mais eficaz de se transmitir para a sociedade brasileira os pontos atraentes do Japão?”.
  • Comprometer-se a organizar e realizar de maneira independente uma apresentação sobre o programa dentro de um prazo de 3 meses após o retorno ao Brasil.

Processo de Seleção

  • Avaliação de documentos pela Embaixada do Japão no Brasil
  • Entrevistas com os candidatos que forem selecionados na fase anterior (em meados de julho)
  • Avaliação final pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros do Japão

Detalhes do Programa

  • Duração: chegada ao Japão em 23 de agosto de 2015 e saída do Japão em 30 de agosto de 2015
  • Número de participantes: 10 pessoas

Programação prevista (sujeita a modificações)

  • Encontro com autoridades do governo japonês
  • Sessão explicativa sobre a política externa japonesa no Ministério dos Negócios Estrangeiros.
  • Palestras de especialistas
  • Debates
  • Possibilidade de conhecer e experimentar a cultura japonesa em local próximo a Tóquio

Despesas

  • O governo japonês arcará com despesas relacionadas ao programa e suas atividades, como passagens de ida e volta (classe econômica), hospedagem, refeições, deslocamento no Japão e seguro.

Contato
Departamento Consular da Embaixada
Tel: (61) 3442-4200
E-mail: consular.japao@bs.mofa.go.jp

Programa de Estágios nas Empresas Japonesas
Além deste programa, a Embaixada do Japão informa também que já estão abertas as inscrições para os interessados em estagiar nas empresas japonesas. Veja a relação das empresas e as exigências, clicando aqui.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Visando crescimento econômico, governo japonês facilitará visto para empresários estrangeiros

visto para o Japao
O governo japonês vai diminuir os requisitos relativos à concessão de visto para estrangeiros que queiram abrir empresas no país, informou o jornal Nikkei. A medida faz parte de um esforço destinado ao crescimento da economia.

De acordo com a legislação atual, um estrangeiro necessita de um certificado de residência antes de abrir a empresa, o que dificulta o processo para as pessoas que não residem no Japão. As novas regras, que entrarão em vigor em abril, permitirão aos estrangeiros enviar a documentação necessária para iniciar o processo sem que tenham estabelecido residência no país.

O governo também criou um novo tipo de visto, de quatro meses, especialmente para os empresários que queiram viajar ao Japão para completar os trâmites necessários para a abertura de um negócio. Esse novo visto poderá ser renovado caso o interessado demonstre progressos relativos ao estabelecimento da empresa.

O aumento do investimento estrangeiro é um dos pontos da estratégia de crescimento econômico promovido pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.
Fonte: IPC Digital

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Advogada brasileira inicia atendimento no Consulado de Tóquio

 

Advogada em Tokio

A partir desta quarta-feira, dia 10 de dezembrode 2014, o Consulado Geral do Brasil em Tóquio passa a oferecer um novo serviço à comunidade brasileira. A advogada Karen Iwasaki, formada pela Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie, fará atendimento gratuito sobre Direito de Família Brasileiro aos interessados, todas às quartas-feiras, das 9h às 12h30, no terceiro andar do Consulado.

Para o agendamento basta escrever para informe.cgtoquio@itamaraty.gov.br , indicando nome, telefone de contato, dia e horário que desejaria ser atendido.

www.shigoto.com.br
visto japones, emprego no japao, turismo e passagem para o Japão

terça-feira, 8 de julho de 2014

Dúvidas de quem pegou ajuda do governo japonês

Perguntas e resposta que envolve o pessoal que pegou ajuda do governo japonês, se sua dúvida não tiver aqui, mande através do formulário abaixo.

Meu esposo(a) está no Japão e eu peguei ajuda, como faço para conseguir o contrato de trabalho de um ano?
O Ideal é conseguir o contrato através da empresa que o seu esposo ou esposa que mora no Japão, trabalha.

Sou esposa de descendente de japonês e ele mora no Japão estou no Brasil com meu filho, precisa de contrato de trabalho para os dois?
Não! O contrato de trabalho é necessário apenas para a pessoa que vai trabalhar, então apenas para o cônjuge, se o filho for menor de idade.

Yonsei que voltou do Japão com a ajuda e era menor de idade, pode tirar o visto novamente agora que ficou de maior idade?

Não! O visto para quem é yonsei, só pode ser emitido se ele ainda for dependente dos pais e esteja embarcando junto, mesmo que tenha retornado com a ajuda.

Em quanto tempo sai o visto de quem pegou ajuda?

Não tem prazo!
O prazo mínimo com apenas um contrato de trabalho de um ano, é de no mínimo 6 semanas, mas nenhum visto foi emitido neste prazo até então.
Os vistos emitidos com o certificado de elegibilidade podem ser emitidos em no mínimo uma semana, mas também não tem prazo para ser emitido.

Tenho que devolver os 300 mil yenes que recebi quando voltar ao Japão?

Não… O consulado japonês informou que ninguém terá que devolver este dinheiro porque isso não foi um empréstimo e sim uma ajuda de custo para retornar ao Brasil, portanto, não precisa devolver o dinheiro recebido.

Existe diferença nos documentos para solicitar o visto japonês, para quem pegou ajuda  e de quem não pegou?
A única diferença tanto para nissei como para sansei, é a troca do koyonaiteisho (atestado de emprego provisório) pelo koyokeiyakusho (contrato de trabalho de um ano) no conjunto do mimoto hoshonin.

Em todos os consulados do Japão no Brasil a documentação é igual?

NÃO! Em todos precisa do contrato de trabalho, porém quem tira visto no consulado de São Paulo tem que apresentar os 3 últimos comprovantes de endereço em nome do solicitante, por não precisar do certificado de elegibilidade foi definido desta forma.

Eu tinha visto permanente e peguei ajuda do governo, tenho que tirar outro visto?
Sim! Precisa, porque o visto ERA permanente, com a  ajuda ele deixou de existir e agora todo mundo tem que tirar visto novamente.

quinta-feira, 9 de janeiro de 2014

Já foi liberado algum visto para quem voltou com a ajuda do governo Japonês?

SIM, AGORA FOI liberado, dia 14/01/2014
Muito se falou sobre o retorno do pessoal que pegou ajuda, alguns disseram que aqueles que pegaram ajuda não poderiam “jamais” voltar ao Japão, outros que em três anos era possível, pois foi prometido pelas Hello Work “Agências publicas de empregos no Japão”, mas só depois de quase cinco anos, que  o governo japonês liberou a reentrada desses “beneficiados. Visto para quem voltou com a ajuda do governo japonês
Liberou digamos…, a entrada na solicitação do visto nos consulados do Japão no Brasil, mas as condições impostas por mais que sejam poucas são um pouco severas, uma vez que o consulado exige do interessado no visto, por imposição do governo japonês, um contrato que de garantia de trabalho de no “mínimo” um ano, não seria de se estranhar, mas no Japão os contratos de emprego para quem já mora lá, são renovados a cada 2, 3 e seis meses, e mesmo assim, para o pessoal que chegará agora, precisam levar na mala um contrato de emprego de um ano, parece um contracenso, para um país de economia dependente de outros países, e que vive em oscilação demitindo e contratando pessoas a qualquer momento.

Em 26 de novembro de 2013 foi feita uma solicitação de visto para uma pessoa que pegou ajuda até a presente o consulado japonês não liberou o visto, este que será liberado pela imigração japonesa e depois feita a emissão no consulado japonês de São Paulo.
LEIA MAIS
VEJA VÍDEO SOBRE ISSO
QUEM PEGOU AJUDA
SOBRE O CONTRATO DE TRABALHO

Além do contrato de trabalho, quem pegou ajuda e solicitar o visto no consulado de São Paulo, deverá apresentar também, comprovantes de residência que o consulado pede três meses, mas com a possibilidade de pedir mais três se acharem conveniente, agora fica a pergunta… Porque não pede logo SEIS comprovantes de uma vez, para evitar desculpas posteriores?
Dessa forma não se sabe se esta liberação é uma porta reaberta mesmo ou apenas uma maquiagem.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Embaixada da Sérvia no Brasil

Embaixada da Sérvia no Brasil
SES , Quadra 803, lote15
CEP: 70409-900 – Brasília - DF
Tel.: +55 61 3223 -7272 / 3223-6222
Fax: +55 61 223 -8462
E-mail: embriugos@terra.com.br

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Embaixada do Brasil em Dacar

Embaixada do Brasil em Dacar
Immeuble Fondation Fahd, Blvd Djily X R. Macodou Ndjaye, 4ème Etage
Dakar - Senegal
Tel.: +221 823-1492
Fax: +221 823-7181
E-mail: embdakar@sentoo.sn

Embaixada do Senegal no Brasil

Embaixada do Senegal no Brasil
Avenida das Nações, lote 18
CEP 70800-400 - Brasília - DF
Tel.: +55 61 3223-6110 / 3321-5866
Fax: +55 61 3322-7822
E-mail: senebrasilia@senebrasilia.org.br

Consulado-Geral do Senegal em Curitiba

Consulado-Geral do Senegal em Curitiba
Rua Dr. Correa Coelho 280, Jardim Botânico
CEP 80210-350 – Curitiba - PR
Tel.: +55 41 3264-8800 / 3246-9595
Fax: +55 41 3264-2233

Consulado-Geral do Senegal no Rio de Janeiro

Consulado-Geral do Senegal no Rio de Janeiro
Av. Rio Branco124, 11º andar, Centro
CEP 20040-001 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2224-3224 / 3852-1729
Fax: +55 21 3852-1730
E-mail: conserj@hotmal.com

Consulado-Geral do Senegal em São Paulo

Consulado-Geral do Senegal em São Paulo
Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 – 11º andar - Pinheiros
CEP: 05426-1000 – São Paulo - SP
Tel.: +55 11 3034-1319
Fax: +55 11 3030-7403
E-mail: consuladosenegalsp@consuladosenegalsp.org.br

terça-feira, 14 de maio de 2013

Consulado de San Marino em São Paulo

Consulado de San Marino em São Paulo
Rua XV de Novembro 228 -
CEP 01013-000 - São Paulo - SP
Tel.: +55 11 3168-9725
E-mail: consolatosanmarino@uol.com.br

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Embaixada do Brasil em São Tomé

Embaixada do Brasil em São Tomé
Avenida Marginal 12 de Julho n° 20 -
São Tomé - São Tomé e Príncipe
Tel.: +239 226-060/ 226-061
Fax: +239 226-895
E-mail: brasembsaotome@cstome.net

quinta-feira, 2 de maio de 2013

Embaixada do Brasil em Moscou

Embaixada do Brasil em Moscou
Ulitsa Bolshaia Nikitskaia - 54 - 121069
Moscou - Rússia
Tel.: +7 095 363-0366
Fax: +7 095 363-0367
E-mail: brasrus@brasemb.ru

Embaixada da Rússia no Brasil

Embaixada da Rússia no Brasil
SES- Avenida das Nações Quadra 801 lote A
CEP 70476-900 - Brasilia-DF
Tel.: +55 61 3223-3094 / 3223-4094
Fax: +55 61 3226-7319
E-mail: emb@embrus.brte.com.br
Site: www.brazil.mid.ru

Consulado-Geral da Rússia no Rio de Janeiro

Consulado-Geral da Rússia no Rio de Janeiro
Rua Professor Azevedo Marques - 50 - Leblon
CEP 22450-030 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2274-0097
Fax: +55 21 2294-4945
E-mail: consulado.russia@radnet.com.br

Consulado-Geral da Rússia em São Paulo

Consulado-Geral da Rússia em São Paulo
Rua Goenlândia 808, Jardim América
CEP 01434-000 - São Paulo - SP
Tel.: +55 11 3062-6268
Fax: +55 11 3064-1591
E-mail: consrus_sp@mail.ru

sexta-feira, 19 de abril de 2013

Embaixada do Brasil em Bucareste

Embaixada do Brasil em Bucareste
Bulevardul Aviatorilor 10 - Sector 1 
Bucareste – Romania - CEP.: 011-863
Tel.: +40 21 230-1130
Fax: +40 21 230-1599
E-mail: braembuc@starnets.com
Site: www.brazil.as.ro

Embaixada da Romênia no Brasil

Embaixada da Romênia no Brasil
Avenida das Nações, lote 06
CEP 70456-900 - Brasília - DF
Tel.: +55 61 3226-0746
Fax: +55 61 3226-6629
E-mail: romenia@solar.com.br
Site: www.romenia..org.br

Consulado Geral da Romênia - Rio de Janeiro

Consulado Geral da Romênia no Rio de Janeiro
Rua Cosme Velho 526, Laranjeiras
CEP 22241-091 - Rio de Janeiro - RJ
Tel.: +55 21 2556-4799/ 2556-6906 / 2556-7013 / 2556-7403
Fax: +55 21 2557-9694
E-mail: consrom@veloxmail.com.br
Site: www.cons-gen-romania-rio.com

Consulado Honorário da Romênia - Aracajú

Consulado Honorário da Romênia em Aracajú
Rua 20, n° 27 - Areia Branca
CEP 49039-000 - Aracaju - SE
Tel.: +55 79 3227-2211
Fax: +55 79 3227-2306
E-mail: consromse@tradingcompanybureau.com

Consulado Honorário da Romênia - Curitiba

Consulado Honorário da Romênia em Curitiba
Av. 7 de setembro 4881,11º andar, cj 111
CEP- 80240-170 - Curitiba - PR
Tel.: +55 41 3242-4688
Fax: +55 41 3244-3899
E-mail: consulromenia@uol.com.br; orcival@uol.com.br
Site: www.consuladoromenia.com.br

Consulado Honorário da Romênia - Fortaleza

Consulado Honorário da Romênia em Fortaleza
Rua Vicente Leite, 1820 - Apto 702 - CEP: 60170-151
Fortaleza - CE
Tel.: +55 85 3261-4118
Fax: +55 85 3224 -8649
E-mail: terramaia@terra.com.br

Consulado Honorário da Romênia - Porto Alegre

Consulado Honorário da Romênia em Porto Alegre
Avenida Nonai 140
CEP 91720-000 - Porto Alegre - RS
Tel.: +55 51 3249- 6431 / 3249-6100
Fax: +55 51 3249-6600
E-mail: cioba@cioba.com.br

Consulado Honorário da Romênia - Recife

Consulado Honorário da Romênia em Recife
Rua José Bonifácio 851, Torre
CEP 50710-000 – Recife - PE
Tel.: +55 81 3226-9341
Fax: +55 81 3328-5372
E-mail: romeniaconsulpe@terra.com. br

terça-feira, 2 de abril de 2013

Embaixada do Brasil em Praga

Embaixada do Brasil em Praga
Praha Panská 5, 11000 - Praha 1
Praha - Czech Republic
Tel.: +420 22432-1910
Fax: +420 22431-2901
E-mail: consulado@brazil.cz

Embaixada da República Tcheca no Brasil

Embaixada da República Tcheca no Brasil
Via L3 sul, Quadra 805, lote 21A
CEP 70200-901 – Brasília - DF
Tel.: +55 61 3242-7785 / 3242-7905
Fax: +55 61 3242-7833
E-mail: brasilia@embassy.mzv.cz
Site: www.mzv.cz/brasilia